CONTAR HISTÓRIAS PARA SER VISTO

CONTAR HISTÓRIAS PARA SER VISTO

Vivemos numa altura em que as pessoas querem tornar-se “marcas” e as marcas “pessoas”. Para isso, uns e outros, procuram transmitir uma “imagem”, ou vender uma “ideia”, recorrendo à comunicação. Mas as pessoas, hoje, já não querem publicidade e instalaram ad blockers que identificam e excluem a publicidade dos computadores.  

Todavia há anúncios que se tornam virais nas redes sociais. Eles são partilhados e comentados por milhares de pessoas, porque são histórias bem contadas, que transmitem emoções.  

Uma história é sempre a melhor forma de chamar a atenção. Precisa de ter “princípio”, “meio” e “fim” e o conflito é essencial. Não há histórias sem “heróis”, “vilões” e “vítimas” e todas procuram transmitir uma mensagem, que será a “moral da história”.  

Para chamar a atenção para uma empresa também é preciso contar uma história, tendo em mente que a marca é a mensagem (ou transporta com ela a mensagem) que vai resolver o conflito. Quando se contam histórias cria-se empatia, por isso é preciso saber utilizá-la em favor da marca, até porque todas as marcas têm histórias.   

Quem trabalha em redes sociais precisa de conhecer o seu público, criar “personas” e contar-lhe as histórias que querem ouvir. O vídeo é o melhor suporte para transmitir emoções, mas o principal é que seja um bom storyteller e, dessa forma conseguir prender a atenção do seu público, gerando valor para a marca e impulsionando o negócio.  

neuromarketing e a inteligência emocional são campos de conhecimento científico que podem ser aprofundados por quem quiser saber mais sobre como trabalhar as emoções na comunicação empresarial, mas o essencial é ter em mente que “Publicar é fácil, o difícil é fazer com que se seja visto”. 

 

Notas da palestra de Martim Mariano na primeira edição das Digitagy Talks. 

Martim Mariano é formado em Educação de Infância e com uma Pós-Graduação em Jornalismo. Trabalhou como Jornalista e Produtor Editorial/Coordenador de Programas desportivos na SIC Notícias. Atualmente é formador e especialista na Gestão de Redes Sociais, Marketing Digital e Digital Storytelling.